Comunicado n. 4 – Alerta sobre a contratação de aposentados para defender a migração. 14/09/01

 
Documento:
MDPP: Comunicado No 4
Autor: Movimento em Defesa dos Participantes da PETROS
Fonte: MDPP – 14/09/01

MOVIMENTO EM DEFESA DOS PARTICIPANTES DA PETROS

Cuidado com eles!!!

Petrobrás e Petros contratam aposentados para defender a migração

A Petrobrás e a Petros não estão poupando esforços muito menos dinheiro para induzir os participantes a acreditarem que o plano de Contribuição Definida é uma maravilha. Primeiro, lançaram o Informe do Plano Petrobrás Vida, que semanalmente está sendo enviado através de mala-direta para todos os 90 mil participantes. Além de ser um material gráfico caro, custeado com o dinheiro da fundação e, portanto, o nosso dinheiro, este boletim vem veiculando informações desencontradas e muitas vezes enganosas, o que só faz aumentar ainda mais a insegurança e angústia dos participantes, que terão que tomar uma decisão séria e definitiva em relação à migração. Decisão esta que irá alterar para sempre suas vidas e o seu futuro.

Não bastasse este tipo de propaganda enganosa, a Petros e a Petrobrás agora estão financiando antigos dirigentes e funcionários da empresa, que hoje já estão aposentados, para tentar mais uma vez dar sustentação às inverdades que vêm sendo apregoadas sobre o plano de Contribuição Definida. Batizados com o sugestivo título de “multiplicadores de informações”, esses individualistas estão tendo suas aposentadorias engordadas com uma polpuda remuneração que a Petrobrás está pagando em troca de suas pretensas credibilidades junto aos participantes, principalmente os aposentados. E a Petros ainda tem o desplante de informar em seu boletim que estas pessoas “chegaram à Petros em busca de informações, quando viram que a mudança (de plano) era para melhor, ficaram para coordenar os trabalhos de divulgação do novo plano Petrobrás Vida”. “Esqueceram” de dizer aos participantes, no entanto, que estes “multiplicadores de informações” estão ganhando (e muito) para saírem por aí, contando inverdades, nas 500 palestras que estarão realizando por todo o país.

Enquanto desperdiça dinheiro com propagandas enganosas e a “compra” de “colaboradores”, os dirigentes da Petros e da Petrobrás continuam fugindo ao debate aberto com os representantes dos participantes. Um debate às claras, feito de forma democrática e imparcial, que esclareceria em muito as dúvidas dos participantes sobre o plano Petrobrás Vida. Se a empresa e a fundação gastam tanto dinheiro e marketing para convencer-nos a migrar para o novo plano, por que têm tanto receio em debate-lo com o Comitê? A resposta vocês já sabem: tanto a Petros quanto a Petrobrás têm interesses diversos por trás do plano de Contribuição Definida. Interesses já denunciados por nós e que eles continuarão escondendo dos participantes, através de uma campanha de migração de mão-única, feita à base de informações manipuladas e enganosas.

Todo cuidado é pouco! Mais do que nunca, é preciso estar atento a todas estas jogadas de marketing e, principalmente, aos “amigos da onça”, que estão à serviço da Petros e da Petrobrás para convence-lo a optar pela migração, custe o que custar. Portanto, cuidado com eles!!!

AEPET NACIONAL E SEUS NÚCLEOS REGIONAIS
AMBEP, SUAS DELEGACIAS, SEUS POSTOS E ESCRITÓRIOS REGIONAIS
ASTAPE-BA E AS ASSOCIAÇÕES DE APOSENTADOS SOB SUA COORDENAÇÃO
FETRAMICO E SEUS SINDICATOS FILIADOS (EMPREGADOS DA BR DISTRIBUIDORA)
FUP E SEUS SINDICATOS FILIADOS
SINDICATOS DOS SECURITÁRIOS (EMPREGADOS DA PETROS)
SINDMAR – SINDICATO NACIONAL DOS OFICIAIS DA MARINHA MERCANTE
DEMAIS ENTIDADES REPRESENTATIVAS DOS PARTICIPANTES DA PETROS

 

Compartilhe

 Comentários